terça-feira, 29 de maio de 2012

Banda NebulozA



Biografia:
Fundada 2010 por Brunno Adon, Jhenny Treva e Rick Nebulozo, a NebulozA passou nove meses aprimorando suas ideias e trabalhando suas primeiras músicas, nesse período juntou-se a formação James Dud, Maick Nunnes e Mc' Damon, completando a banda.


Um pouco mais sobre a banda:
Com suas letras cheia de poesia, revolta e também paganismo, a NebulozA surgiu remontando na Bahia um cenário denso e nefasto perdido há décadas.
Produziu e lançou seu primeiro vídeo clip de forma independente. Este foi  entitulado "Fim de Noite Infernal", que levou a banda à projetos ainda maiores. 
A banda está preparando seu primeiro álbum, este será lançado em breve.


Falar das influências da banda é difícil:
"Desde o inicio nossas temáticas foram muito dentro do Post Punk dos anos 60, 70, mas também, influências de bandas de Heavy Metal dos anos 70, o que agente abandonou um pouco e caiu para algumas características  do doom. Trazemos também a maquiagem das bandas de Black Metal, o que nos trás um diferencial para bandas do underground baiano" Brunno Adon


"O que eu sempre observo em nós é que, cada um gosta de uma coisa diferente, então juntamos  um pouco de cada um e montamos nosso trabalho, agradando a todos."  Henrique Nebuloza


Membros: Drums: Mc' Damon, Vocal: Brunno Adon,  Bass: Maick Nunnes, Backing Vocal: Jhenny Treva, Lead Guitar, Backing Vocal: James Dud Rhythm, Guitar e Vocal Gultural: Rick Nebulozo.


A NebulozA vem sendo uma das revelações do rock baiano, apresentando  um metal gótico diferenciado e uma nova proposta de palco, eles não apenas tocam, mas levam ao publico um belo teatro com suas roupas e suas maquilhagens e segue sua agenda de shows pelo nordeste.


sexta-feira, 25 de maio de 2012

O gótico e a música industrial

A Música Industrial é a vertente mais pesada da música eletrônica, assim como o Death Metal é uma das vertentes mais pesadas do rock. Tem mentalidade contracultural e surgiu como uma música experimental, misturando barulhos inesperados, como o som de maquinas, de vidro se quebrando, timbres metálicos, entre outros.
A geração Crossover misturou o gênero industrial com outros estilos como o rock, hardcore punk, o folk, o post punk e synthpop  . Apesar de se expandir nos anos de 1990 e 2000, esta geração já havia sido criada nos anos de 1980.



A música industrial também é apreciada por alguns adeptos da subcultura gótica, é este o motivo da postagem. Vale a pena lembrar que a música gótica é baseada em aparelhos eletrônicos. A banda Bauhaus nos apresenta esta batida. 
O EBM, uma mistura de industrial com synthpop, é subgênero da música industrial e foi incorporado na subcultura gótica. Muito bom para adeptos que gostam de dançar.
As roupas de quem adota a Eletronic Body Music como seu subgênero favorito são as roupas de um Cyber, afinal, os Cybers gostam de música industrial. 
Para saber mais sobre Cybergoth CLIQUE AQUI
Para saber sobre outros estilos da Subcultura Gótica  CLIQUE AQUI





quinta-feira, 17 de maio de 2012

Falsidade, sinceridade e palavras



Falsos sentimentos. Falsas alegrias. Falsos amigos
Palavras verdadeiras que permitem a sinceridade
Envolto em um véu de escuridão, produzindo pelo meu coração.
Posso manifestar sentimentos tão contraditórios
Porém, verdadeiros.
Como se portar ante um mundo tão ignorante?
As palavras, grandes amigas, permitem a sinceridade?
Permitem.
Manifestar essas sensações é o que de mais puro pode fazer
Uma alma atormentada por fantasmas reais e imaginários
O que fazem os poetas?
Escrevem. Amam. Morrem.
Mas enquanto vivem o fazem com amor
Entregando a sua alma à sinceridade expressa em palavras
Palavras magnificas de uma tristeza infinita que este mundo egoísta não pode compreender.
Aermo Wolf

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Pagina no Facebook


Foi criada uma página no Facebook para postar imagens e novidades sobre o blog. Lá o leitor pode postar vídeos, imagens, letras de músicas e mandar suas opiniões e poesias, quem sabe uma delas não seja adicionada aqui ao Alba Lupus?
Clique no Link e acesse a Página do blog
Sinta-se a vontade e envie a página para os seus amigos.