quarta-feira, 10 de abril de 2013

Arquitetura Gótica


Em meados do século X, a Europa se encontrava em um estado crítico. 
Ao longo deste, foram produzidas esculturas, pinturas e outras expressões artísticas.

No inicio do século XII a arquitetura românica ainda era predominante, porém, a mudança dos tempos criou  uma revolução arquitetônica.

No século XVI, essa forma diferente de se construir foi chamada de Gótica (nome que associava sua aparência considerada estranha como os Godos). Hoje a arquitetura gótica é considerada uma das mais belas e cheias de significado já produzidas.

Uma das catedrais mais conhecidas em estilo gótico puro foi a de Saint-Denis em Paris (Imagem 01) e a de Notre-Dame (Imagem 02), localizada também em Paris (França). Não poderei deixar de citar as catedrais de York (Imagem 03) e Lincoln (Imagem 04), que encontram-se no Reino Unido (Inglaterra).



Características mais importantes  desta arquitetura: 
Abóbadas de nervura - Era o que deixava as catedrais mais altas, e sua posição de verticalidade indicava que os fiéis podiam estar mais perto de Deus naquele lugar.
Vitrais - Estes davam um toque de leveza e amplitude à obra. A claridade que deles entravam, combinavam com as naves laterais, especialmente quando  haviam muitos vitrais vermelhos e azuis.
Portais - Nas catedrais românicas, há um só portal, na gótica há três. Acima do portal principal há uma grande janela e, acima desta, uma rosácea.


Catedrais Góticas sempre apresentam a planta no formato de um crucifixo, vejamos seus elementos:

Entrada: Parte coberta que antecede a igreja. A entrada  nesse estilo de catedral "caracteriza-se como um espaço estreito transversal à nave". 
Nave: É a ala central de uma catedral. Também existem as naves colaterais que ficam aos lados. 
Cruzeiro: Área do encontro da Nave com o Transepto. 
Braços: Nave perpendicular a nave principal. Forma a cruz com a nave. 
Coro: Localizado após o cruzeiro, antecede o altar, geralmente destinado a pessoas especiais, como os padrinhos no casamento ou autoridades num evento, às vezes apresenta um presbitério. 
Presbitério: Parte do Coro destinada ao clero, perdeu sua função e hoje é considerado parte do coro. 
Abside: Onde se localiza o altar, é o lugar onde se celebra a missa, e é a parte mais importante da catedral, geralmente é decorado com vitrais ou grandes crucifixos. 
Deambulatório: Localizado após o altar, seu nome vem do latim "ambulatorium", que significa lugar para andar. 
Capela radiante: Várias capelas pequenas localizadas perto do deambulatório.



Vejamos agora detalhes de algumas Catedrais Góticas:




Queria postar um texto um pouco mais esclarecedora obre este lindo movimento arquitetônico, porém não conseguir o fazer. Ainda assim, estarei sempre aguardando e agradecendo sua visita.
Vamp.


Nenhum comentário:

Postar um comentário