quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Preciso dormir mas não consigo


Preciso dormir mas não consigo
Meus olhos estão secos,
pois, já não cabem milhões de lágrimas
em minha dor.

Preciso dormir mas não consigo
O corpo pesado me faz ter movimentos bruscos.
Qualquer gesto lembra a mim uma vida.
Estou sensível à tudo.

Quando deito, logo me levanto
e vou andar,
mas não sei onde quero chegar.
Acho que estou entrando em loucura.

Preciso dormir mas não consigo.
Não consigo nem falar com meus amigos
ou dar boa noite à jovem senhora na praça.
Me arrepio só de olhar as estranhas feições.

Preciso dormir mas não consigo
Desejo um colo,
algo que aqueça esse vazio, eu imploro!
Será que podem juntar meus estilhaços?

Como pouco,
não danço ou canto.
Estou com sono,
me calo em escassos prantos.

Preciso dormir mas não consigo
Anjo, me acolhe.
Meu corpo está debilitado
precisando ser resgatado.

Preciso dormir mas não consigo
a saudade fica por conta de bons momentos
mas a solidão...Ah! Não aguento.
E é por isso que preciso dormir, mas não consigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário