sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Canção do Súcubo

Proclame o hino profano
e deleite- me em teus panos.
Panos já manchados do liquido do prazer,
Da doçura do pecado.
Aproveite enquanto pode me ter.
 † 
Com o olhar me devore
E com a saliva me excite.
Apavore-me e ganhe-me
sussurrando palavras
deste vasto mundo triste
 † 
Deguste-me,
como um lobo imundo
que rapidamente
degusta o cadáver
de um cordeiro virgem.
 † 
Deguste-me,
como se fosse
o ultimo dia da sua vida.
Como se eu fosse do esgoto,
A única saída.
 † 
Deguste-me,
arranque sangue
Da minha boca
e rasgue minha pele,
como uma fera louca.
 † 
Deguste-me,
saciando seu desejo de prazer,
obtendo o que queria ter
e que obviamente,
não quer perder.
 † 
Deguste-me,
leve minha alma pura,
destrua o que lhe tortura.
Deseje-me, ame-me.
Tome posse do meu corpo.
 † 
Deguste-me,
até meus lábios
ficarem secos e azuis.
Espere meu corpo putrefazer
e durma com ele até o alvorecer.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Nós existimos: Góticos Negros - Vamos acabar com o preconceito!

Em uma Publicação que fiz a um tempo atrás, escrevi que as pessoas ficavam enviando perguntas no meu Ask como "Porque só existem Góticos brancos?". Como estas não paravam de chegar, decidi não responder lá, mas sim escrever sobre o assunto novamente aqui no Alba Lupus como resposta. Espero atender a expectativa do publico.



A palidez é muitas vezes apreciada no Mundo Gótico, porém esta não está ligada com a cor da pele de seus adeptos, mas sim com a "Aparência Espectral" da morte, mas você pode observar bem que a Cena possui coisas que são emprestadas da Cultura Africana, como o Voodoo, por alguns adeptos pagãos e a pintura dos olhos baseada nos traços da Maquiagem Egípcia, além de usos de Símbolos como a Ankh e o Olho de Hórus.



Em revistas e páginas onlines são raras as fotos de modelos com o tom de pele escuro e isso reforça o parecer de que Góticos Negros não existem e de que a Subcultura é totalmente preconceituosa, mas eu digo: Eles existem e são lindos!

Depoimento da Adepta Nise Moon:



"Eu fico triste ao ver as páginas limitando publicações, não somente do estilo Gótico, mas também de outros estilos, apenas a pessoas brancas e/ou morenas. Acho abominável muitos serem racistas e dizer que não são. 
A sociedade pensa que os Afrodescendentes aqui no Brasil ouvem apenas Funk, Pagode e Axé. Já sofri esse preconceito até por parte de ALGUNS góticos, tanto por ouvir as músicas quanto por usar as vestimentas da Subcultura. Viver num ciclo assim é ainda pior. Agradeço ao Alba Lupus pelo espaço, pois tem gente achando que Racismo é história para boi dormir, porém, este é um assunto muito sério."



É ridículo desvalorizar pessoas que sejam de etnias diferentes, pois nós humanos somos iguais. Em vida, temos carne e pensamento e em morte viraremos ossos ou cinzas.

Em nosso país já vemos mulheres como Camila Moura fazendo ensaios fotográficos  para representar a Subcultura.



O Movimento Gótico é aberto para todas as etnias, opções sexuais e religiões, então ficamos felizes em saber que há páginas voltadas para os nossos Adeptos Negros como a Góticos Afrodescendentes (Curtam) , aqui no Brasil. A página é a nova parceira do Alba Lupus, tanto no Blog  (Sigam) quanto no Facebook (Curtam). E agradeço aqui por essa oportunidade. 

Vamos acabar com o preconceito!



domingo, 8 de fevereiro de 2015

Cemitério Piedade

Saudações Leitores! Depois de MUITO tempo estou voltando a ativa no ALBA LUPUS e hoje publicarei algumas fotos de um dos principais cemitérios da cidade de Feira de Santana (BA), pois lá se encontram esculturas antigas, as quais tenho prazer em olhar devido sua beleza. Além das imagens deixarei aqui, segundo a atual Administradora do cemitério e o jornalista Antônio Lajedinho, algumas palavras sobre este lugar e uma pequena observação sobre a associação do Movimento Gótico ao Vandalismo.


Em meados do século XX o Cemitério Piedade era muito pequeno. Os Sepulcros terminavam antes da Capela e o Ossuário, localizado ao lado da mesma era chamado de Vira Mundo, não se sabe se por conta de seu formato arredondado ou devido a referência que se fazia aos discriminados. Nas gavetas laterais de dentro do Ossuário localizavam-se os restos mortais do que podemos considerar como Classe Média. Abaixo da capela, havia as sepulturas que eram alugadas por dois anos e separadas por uma cerca, havia a parte exclusiva para os leprosos e para os que não eram considerados gente por conta de sua pobreza. E ainda ali, havia outra cerca que deixava uma pequena parte do cemitério para serem enterrados corpos que não fossem católicos, como os de ciganos e de suicidas. Pelo visto, havia muito desrespeito e falta de compaixão até pelos mortos!


Atualmente, o local está amplo e em dia de finados fica cheio de famílias que valorizam seus entes queridos através de visitas e cuidados com as Campas. Falando em visitas a cemitérios, minha  mente captou um assunto geralmente abordado, especialmente quando se trata da Subcultura Gótica: Provavelmente você já deve ter ouvido alguém fazer associação entre o Movimento  Gótico e Vandalismo. Isso acontece devido ao INFELIZ fato de que muitas pessoas que DIZEM ser adeptas a Subcultura costumam entrar nesses lugares para beber sem limites, cometer depredações e até furtarem ossos e/ou alguns materiais presentes nos Túmulos.


Como poderíamos destruir obras tão lindas?

A Administradora do campo santo Piedade revelou que muitos atos de vandalismo cometidos por tais pessoas aconteceram por ali volta de 2007, o que levou a atitude de implantar câmeras de segurança e cerca elétrica no local depois de algum tempo. É TRISTE QUE ISSO ACONTEÇA, pois além de ser um DESRESPEITO para com a Família dos Mortos, trás MÁ FAMA a quem se dirige ao local apenas para ter um pouco de paz, reflexão e até inspiração para compor algo longe de preconceitos e acaba sendo alvo do mesmo simplesmente por conta de gente que não quer nada com a vida.


Se você possui alguma dúvida sobre o Movimento Gótico ou algum outro, não o julgue, o melhor a fazer é procurar informações de pessoas diferentes, especialmente as adeptas do tal.

Observações:
Nem todo Gótico vai ao cemitério. 
Os góticos não são destruidores de Sepulturas.
Pretendo tirar fotos de mais algumas esculturas e publicar. Aguardem!


Para saber mais acesse a principal fonte dessa postagem: FEIRA ANTIGA.
Para saber sobre o significado de algumas esculturas cemiteriais: CLIQUE AQUI.


Um simples adeus



Eu sempre quis um descanso belo. 
Não quero pessoas que não dão importância fingindo lágrimas.
Quero que quem me amou procure a felicidade além da que já existe, mas, que não se esqueça de minhas rosas.
Se as promessas que fiz não foram cumpridas, perdoem-me, foi porque não pude.
Pedaços de meu coração encontravam-se podres; eram os dos que estavam mais próximos a mim. Senti falta de carinho durante um bom tempo.
Minha mente elevou as imperfeições que em meu corpo estão.

Derramei sangue para tentar esquecer a dor. A dor continuava, mas eu tentava e não me cansava, até escondê-la apenas por um momento.
Eu desejava ser criança, ter um vestido azul e brincar. Mas já fui, não os tive e o tempo não volta.
Senti meu corpo esfriar a ponto de empalidecer.
Meus olhos tremiam e não queriam mais ficar abertos, então, os batimentos cardíacos perdiam o compasso de vagar. Minha respiração o seguia.

Hoje uma parte de mim está onde você pode ver. Vestida de preto, com um rosário em meio as mãos entrelaçadas. Sem cor, sem sofrimento.
A outra parte pode ver você lendo as palavras que escrevi enquanto pude.